Antônio Ermírio de Moraes (1928-2014)

Antônio Ermírio de Moraes, falecido no último domingo, dia 24/08/14, foi reconhecidamente um grande brasileiro. Empresário vitorioso, a frente do grupo Votorantim, tentou ingressar na vida pública, concorrendo ao cargo de governador de São Paulo em 1986, sem sucesso. Trabalhava incansavelmente, vivia de forma discreta, sem grandes luxos, propunha ações de maior vinculação social por parte das empresas (e procurava realizar através da corporação pela qual era responsável), foi durante anos gestor do Hospital Beneficiência Portuguesa na capital paulista, lutava contra o Custo Brasil, a burocracia, a inépcia do setor público, o excesso de tributações e, também, contra a corrupção. No campo cultural chegou a escrever e produzir peças de sucesso apresentadas em importantes casas teatrais paulistanas (como “Brasil S.A.”).

Destaco Antônio Ermírio tendo em vista também algumas de suas frases, que considero legítimas e importantes para entender seus pontos de vista, sua criticidade e, o compromisso que tinha com o trabalho produtivo, a ética na política e com o seu (nosso) país, o Brasil, confiram abaixo estas frases (comentadas entre parêntesis por mim):

“A POLÍTICA É A ARTE DE PEDIR VOTO AOS POBRES, DINHEIRO AOS RICOS E DEPOIS MENTIR A AMBOS.” Antônio Ermírio de Moraes (A farsa política, a desfaçatez dos mandatários do país, a mentira que impera nos pleitos eleitorais e nos corredores do poder são esclarecidos de forma tão simples, direta e objetiva que comparo esta frase de Ermírio a célebre obra “O Príncipe”, de Nicola Maquiavel, considerada como o máximo da filosofia na análise realista do poder e da política).

“SE NÃO ACREDITASSE NO BRASIL, SERIA BANQUEIRO.” Antônio Ermírio de Moraes (Aqui o empresário critica a especulação bancária que permite a instituições do setor ganhar muito dinheiro no país sem investir nos setores produtivos, sem reverter para a sociedade, em trabalho e emprego, seus dividendos e altos lucros, tornando o país manco e fazendo com que mais pessoas se entreguem ao mundo financeiro especulativo que ao universo de produção das indústrias, do campo, dos serviços).

“SEMPRE ME LEMBRO DAS PALAVRAS DO MEU SAUDOSO PROFESSORE FITTERER, CHEFE DO DEPARTAMENTO DE CÁLCULO DA COLORADO SCHOOL OF MINES, ONDE ESTUDEI: ‘NA HORA DO APERTO, EM LUGAR DE USAR A ALTA MATEMÁTICA, PROCURE USAR O BOM SENSO’.” Antônio Ermírio de Moraes (Primeiramente o destaque que Ermírio dá para o estudo, a formação, aos professores, lembrando-se de um de seus mestres, ressalta a importância da educação; Num segundo momento, o destaque que dá a matemática como fonte de respostas corretas e adequadas, num país onde os índices educacionais demonstram o despreparo geral de nossos estudantes, principalmente em matemática e ciências; Para fechar, a necessidade do Bom Senso como calibrador de decisões a serem tomadas quando nem mesmo o pensamento racional atende as necessidades).

“FOLGAR É GOSTOSO… MAS CUSTA CARO PARA A NAÇÃO.” Antônio Ermírio de Moraes (Não há sonho, progresso, realização ou vitória sem trabalho árduo, dedicação, foco, persistência e, nesse aspecto a frase ilustra bem o perfil de Antônio Ermírio e a sua consciência de que, para o Brasil crescer, é preciso trabalhar ainda mais!)

Por João Luís de Almeida Machado

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s