Coerência entre pensamento e ação: Você pratica?

Image“Quem pensa certo está cansado de saber que as palavras a que falta a corporeidade do exemplo pouco ou quase nada valem. Pensar certo é fazer certo.” (Paulo Freire)

Leiam muito. Estudem o máximo que puderem. Façam mais cursos. Aprendam línguas. Se familiarizem pelo uso e pesquisa com as novas tecnologias. Quantas vezes numa escola escutamos os professores a orientar, estimular, provocar seus alunos a estas ações?
 
Pare de fumar. Alimente-se de forma equilibrada. Faça exercícios. Recomendações que escutamos sempre de médicos e especialistas em saúde há tempos, não é mesmo? 
 
Exerça sua cidadania. Vote de forma consciente. Cobre das autoridades o pleno e honesto exercício de suas funções públicas. Através da mídia, por propagandas do próprio governo, nas escolas ou ainda por parte dos partidos políticos escutamos estas proposições. Isto está acontecendo?
 
Nossa participação é fundamental, seja na educação, saúde, política ou qualquer outra área de atuação humana. Por isso somos orientados, cobrados e estimulados a participar. Não podemos ser meros espectadores, como os brasileiros que a tudo assistiram bestializados quando Deodoro da Fonseca proclamou a República no país, conforme relato de José Murilo de Carvalho em sua já clássica obra “Os Bestializados”.
 
Agora, para que isso aconteça, é preciso compreender o que se pede, analisar as orientações recebidas, posicionar-se quanto as mesmas e, de posse da informação, de modo consciente, fazer as escolhas e agir. Para que isso ocorra é necessário articular um movimento pessoal através do qual se efetive entre o pensamento e a ação a mais que necessária coerência.
 
Se o médico diz a você para não fumar e é fumante, foge desta coerência e desarticula a sua própria fala de especialista em saúde. 
 
Se o político pede participação de seus eleitores por uma melhor sociedade mas não se presta a atuar em prol da coletividade, apenas em benefício próprio, igualmente fere a esperada coerência entre pensar e agir.
 
Se o professor apregoa a necessidade da leitura, pesquisa e estudo e, por sua vez, se mostra acomodado com os saberes e a formação que possui, que estímulo real está passando para seus alunos que não o observam lendo, estudando, se atualizando, fazendo novos cursos?
 
O que fazemos deve realizar, necessariamente, como nos ensina Paulo Freire nas palavras que abrem esta pensata, a comunhão entre o que se está pensando e o modo como se age. “Pensar certo é fazer certo”. Não adianta nada ensinar de um modo para as crianças e agir de outro.
 
O pai ou mãe que pede aos filhos respeito nas relações familiares e que, por sua vez, trata de forma grosseira, rude e agressiva as pessoas com as quais se relaciona fora de casa, em seu trabalho, ou mesmo aquelas que para eles trabalham no ambiente doméstico… Que resposta seus filhos darão em vida tendo percebido esta dissociação entre prática e pensamento, entre o que se apregoa e o que se vive?
 
É preciso disciplina para conseguir acertar o passo e concatenar um belo balé. Treina-se de forma exaustiva uma jogada ensaiada no futebol até que ela se mostre efetiva nos gramados. O artista plástico experimenta cores, formas, sombras e traços diferentes, em estudos, rabiscos e rascunhos até chegar na obra almejada. Os acordes musicais e as letras daquela canção de sucesso foram quantas vezes reescritas até que se atingisse a forma ideal?
 
Na vida, a coerência também é conseguida a partir da maturação de cada passo que damos, de cada erro e acerto que vivenciamos, das relações que travamos com as pessoas e a natureza, das leituras de mundo que constantemente fazemos, da imperfeição que nos caracteriza e da busca do acerto que nos mobiliza… O importante é perseverar nesta busca, é ser resiliente, é acreditar que é possível e não desistir nunca…
 
Por João Luís de Almeida Machado

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s