Antes de partir

Image
Filmes com grandes atores como Jack Nicholson e Morgan Freeman no elenco são, quase sempre, parada obrigatória. É difícil imaginar que intérpretes desse naipe se disponham a trabalhar numa produção se ela não tiver, no mínimo, um roteiro de qualidade como retaguarda. É claro, como destaquei ao dizer “quase sempre”, que há erros de cálculo ou, ainda, zeros a mais no cheque pela participação que podem fazer com que esses astros entrem em alguma fria… Me lembro bem de um filme estrelado por Dustin Hoffman, Sean Connery e Matthew Broderick, cujo título era “Negócios em Família”, que prometia muito e entregou quase nada…
Mas, voltando ao que de fato nos interessa, ou seja, a produção “Antes de Partir”, estrelada por Nicholson e Freeman, o que posso lhes dizer a princípio é… Assistam! Especialmente se a vida estiver um tanto quanto amarga, se o leite está fervendo e esparramando em cima do fogão, se a gasolina acabou no meio do caminho, se o pãozinho continua a cair com a manteiga virada para o chão…
Morgan e Jack devem ter se divertido muito nesse filme. Eles fazem dois homens de trajetória totalmente oposta. Freeman é um mecânico que devotou sua vida e abdicou de seus sonhos em favor da família, principalmente do futuro dos filhos. Deixou de estudar história e concretizar a meta de ser professor para isso. Nicholson é um milionário riquíssimo que passou a vida toda ganhando dinheiro, muito dinheiro…
Seus destinos, no entanto, se cruzam num quarto de hospital. Ironicamente esse estabelecimento hospitalar pertence ao milionário vivido por Jack, mas uma das regras de ouro de sua rede de hospitais é a de que ninguém deve ter quarto individualizado. Esse padrão não pode e nem deve ter precedentes e, como verdadeira lei, é aplicada até mesmo a Edward Cole, o dono do hospital, personagem de Nicholson.
Por esse motivo, ele divide o quarto com Carter Chambers (Freeman). E desse encontro surge uma amizade que, a princípio, seria praticamente inviável se não tivesse o destino colocado ambos numa cama de hospital, com doenças terminais e prazo de validade para expirar em alguns meses…
E é justamente essa fatalidade que os aproxima e desperta para uma das maiores e mais simples verdades que temos pela frente… Todos vamos morrer… Não sabemos quando, mas se soubéssemos com antecedência, o que faríamos com essa informação? Iríamos simplesmente esperar o tempo passar numa cama, enfermos? Muita gente provavelmente encararia dessa forma, talvez a maioria. Carter e Cole resolveram colocar os sonhos em dia e, acima de tudo, viver com intensidade cada momento que ainda tinham pela frente…
“Antes de Partir” é divertido, emociona a ponto de levar as lágrimas, nos brinda com grandes atuações, leva os espectadores a belíssimas locações e nos permite refletir sobre o que estamos fazendo de nossas vidas… Só por isso já vale a pena… Não percam!
Por João Luís de Almeida Machado

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s