Meio Ambiente: “Porque um mundo 4°C mais quente deve ser evitado?”

ImageApresento a seguir, para conhecimento e análise, dados presentes no documento da ONU que tem o título “Porque um mundo 4ºC mais quente deve ser evitado”, disponível em http://climatechange.worldbank.org/sites/default/files/Turn_Down_the_heat_Why_a_4_degree_centrigrade_warmer_world_must_be_avoided.pdf.

Impactos de um aumento de 0,8 a 4ºC na temperatura do Planeta:

a) 0,8° de aumento da Temperatura ocasionaram:

– Aumento de 15 a 20 centimetros no nível do mar ao longo do século XX

– Entre 1993-2003 multiplicou-se por 3 o degelo nas regiões polares

– A onda de calor na Rússia em 2010 ocasionou a morte de 55 mil pessoas

– Quedas na produção agrícola por conta do calor acentuado em 2010 geraram perdas de 25% da produção

– Perdas econômicas devido a elevação das temperaturas em 2010 chegaram a 15 bilhões de dólares

– O total de áreas afetadas por queimadas em 2010 foi de 1 milhão de hectares.

b) 2°C de aumento da temperatura podem ocasionar:

– Rios como o Ganges e o Nilo, sujeitos as monções, disponbilizarão menos água para as populações que deles dependem em até 60%.

– Outros rios, como o Amazonas, o Mississipi e o Danúbio serão menos afetados, mas perderão de 20 a 40% de seu volume de água.

– Queimadas em florestas como a Amazônia tendem a dobrar em relação aos números atuais.

– A oferta de alimentos será reduzida e aumentará a desnutrição/subnutrição em regiões pobres como o sul da Ásia e a África Subsaariana.

c) 4º de aumento da temperatura ocasionariam:

– Escassez drástica de água no Oriente Médio, Sul da Ásia e África contrastando com o crescimento populacional verificado nestas regiões e gerando conflitos.

– Destruição de ecossistemas completos por conta das altas temperaturas e toda a vida associada a eles (vegetal e animal)

– Diminuição na oferta natural de recursos, como peixes, o que diminuiria a oferta, aumentaria os custos e poderia ocasionar situações de caos social.

– Redução das áreas próprias para o plantio pela seca ou inexistência de fluxos permanentes de água, diminuindo a oferta de alimentos no mercado mundial.

– A secura aumentaria os níveis de poeira e a quantidade de pessoas com doenças respiratórias.

– A proliferação de doenças como malária, dengue e hantavirus seria elevada e causaria riscos de epidemias.

Considerações: É preciso colocar em prática todas as ações previstas e preconizadas pelos cientistas para que possamos preservar o planeta. Desde as mais básicas, como controlar ao máximo o consumo de água em níveis individuais ou corporativos, tornar obrigatório o uso de filtros para evitar o lançamento de gases na atmosfera, reciclar o lixo e estimular o uso de transportes coletivos até as medidas mais caras e gerais, como adotar meios de obtenção de energia renováveis e não poluentes, com base em fontes como o sol, as ondas ou o vento. As consequências do aumento de 0,8% já são evidentes e, como se pode perceber, drásticas. dobrar ou quadruplicar este aumento de temperatura significa, na prática, multiplicar por 2 ou 4 os efeitos devastadores e provocar secas, enchentes, degelo das calotas polares, extinção de espécies, devastação de coberturas florestais e mortes em números cada vez maiores entre a humanidade… É hora de agir, de cobrar, de fiscalizar!

Por João Luís de Almeida Machado

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s