Como se fosse a primeira vez

Image

O que você seria capaz de fazer por amor? Seria muito interessante se pudéssemos fazer uma pesquisa tendo como base a pergunta que inicia este texto. Quantas e quão diversificadas seriam as respostas que encontraríamos, com certeza. Desde aquelas em que as pessoas demonstrariam todo o seu romantismo despejando dos céus, a partir de um avião, uma chuva de pétalas de rosas, até pessoas que estiveram ao lado do amor de suas vidas num leito de hospital, esperançosas de que algum milagre viesse a salvar-lhes a vida, devotando todo o seu tempo, carinho e amor, sem arredar pé nem um minuto sequer…

“C’est l’amour”, como dizem os franceses. Não há fronteiras imagináveis para a criatividade dos apaixonados, daqueles que amam com profundidade. E é justamente por apostar nesta máxima que o diretor Peter Segal acertou em cheio com a comédia romântica “Como se fosse a primeira vez”, estrelada pelos astros Adam Sandler e Drew Barrymore.

Neste filme o personagem de Sandler, Henry Roth, um veterinário que trabalha num aquário e cuida de animais marinhos de grande porte, como lontras e golfinhos, por acaso encontra uma bela garota num pequeno restaurante local. Iniciam um bate-papo, a conversa fica descontraída, eles se entrosam, rola um clima romântico e… Amanhã continuamos, aos poucos vamos engatando este romance, dentro em breve teremos certamente um namoro…

No outro dia, Roth (Sandler) retorna ao restaurante na espera de reencontrar a bela Lucy Whitmore (Drew) e, imediatamente se dirige a sua mesa, repetindo algumas das brincadeiras do dia anterior. Esperava ser recebido com carinho e alegria pela moça, mas para sua surpresa… Ela reage como se nunca o tivesse visto antes, pede ajuda a funcionários do estabelecimento e diz estar sendo assediada…

Confuso, Roth (Sandler) fica então a distância e tenta descobrir o que aconteceu com Lucy (Drew). É então informado que ela sofre de perda de memória recente em virtude de uma acidente automobilístico. A jovem é incapaz de se lembrar de fatos e acontecimentos ocorridos de um dia para o outro e está, literalmente, revivendo todos os dias, os passos daquilo que lhe ocorreu antes de seu acidente.

E é neste ponto que surge o ponto alto do romance, ou seja, a capacidade de Roth (Sandler) se reinventar todos os dias para conquistar a mulher de sua vida, nem que para isto tenha que enfrentar inúmeros obstáculos.

“Como se fosse a primeira vez” parece aquelas comédias de Sessão da Tarde, despretensiosas, mas trás no seu âmago aquilo que há de mais belo em nossas vidas – a paixão, o romance, o amor, a capacidade de se doar e se devotar a um outro ser humano. Se não bastasse isto, ainda tem Adam Sandler e Drew Barrymore em um de seus melhores filmes, contando ainda com a participação especial de Rob Schneider (parceiro de Sandler em outras produções).

Destaque também para o lado cômico, com piadas sutis nas falas do personagem de Adam Sandler e nem tão sutis assim nas participações de Schneider. Outros pontos altos do filme são as locações (no Havaí) e a belíssima trilha sonora, com grandes sucessos dos anos 1960, 1970 e 1980 regravados ou resgatados.

Obs. Vale destacar também a pequena participação do comediante americano Dan Aykroyd, um veterano das telas que certamente inspirou Sandler e todos os demais comediantes americanos da nova geração.

Por João Luís de Almeida Machado

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s